Lighthouse (Hikikomori III)

Fernando José Pereira

2014 | Portugal | EXP | 7 '

Narrativa sem palavras e adensada com as sonoridades da música presente. Pequena ficção em torno da ideia de isolamento nas sociedades contemporâneas, partindo de um fenómeno conhecido: o caso dos jovens japoneses que se isolam durante longos períodos de tempo e que são conhecidos como hikikomoris. Todo o filme é construído unicamente com found footage de filmes de 35mm. (Edição e realização: Fernando José Pereira | Fotografia: Rui Manuel Vieira | Música: Haarvöl | Produção: Isabel Almeida/maga studios)

biografia

Vive e trabalha no Porto. Curso de Artes Plásticas – Pintura na Escola Superior de Belas Artes do Porto (1987). Doutoramento em Belas Artes na Faculdade de Belas Artes de Pontevedra – Universidade de Vigo Espanha (2002). Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa): na frequência da Licenciatura -1985/86 e 1986/87; em Investigação em Artes Plásticas -1988/1989; na frequência do programa de Doutoramento - 1997/98; como doutorando na escrita da tese - 1999/00/01. Membro fundador e actual co-director da VIROSE, uma Associação interdisciplinar dedicada aos media e ao estudo das relações entre arte e tecnologia (www.virose.pt). Filmografia: "Por i", Voltage project, EDP Foundation, Miranda do Douro, Portugal. 2017; "Permafrost (Barentsburg)", Symposium on Arctic Cinema 2016, Trondheim, Norway. 2016; "Suspension (noergic zone)", commissioned by the Institute of Nanotechnology, Braga, Portugal. 2016; "Locked (the wireless waves of fear", Qalandyia International, Open Gallery, "Fear", Palestinian Art Court, East Jerusalem, Palestine; "News of desolation", The 10th Berlin International Directors Lounge [DLX], Berlin, Deutschland. 2015; "The Man Who Wanted to Collect the Time", Region 0. The Latino Video Art Festival of New York ". King Juan Carlos I of Spain Center at NYU, New York, USA. 2013; "Untitled (speechless)" at "Skaftfell Center for Visual Art", Seyðisfjörður, Iceland, 2012.

voltar