Tanto Chão

Anna Almeida

2017 | Portugal | EXP | 7 '

Andava sempre pelos mesmo caminhos. Em inúmeras voltas. Perdia-me constantemente. Naquele verão, decidi ir ver os filmes de família, registos do meu pai. Perdi-me novamente. As caras e as casas são agora diferentes e nestas não habito eu.

biografia

Nasceu em Portugal, em 1989. Mestre em Comunicação Audiovisual, especialização em Cinema Documental, pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE) pertencente ao Politécnico do Porto. O percurso filmográfico da realizadora constrói-se no território do cinema documentário: o seu primeiro filme resultante de uma prática académica na ETIC (Lisboa) denominado RUAS PARALELAS (2012), recebeu o primeiro lugar na Categoria de Documentário, na primeira edição dos prémios Sophia Estudante (2015) Academia Portuguesa de Cinema, uma curta metragem documental acerca da cidade como espaço mecânico vs espaço liberto para a criação visual nas estruturas arquitetónicas públicas da cidade de Lisboa. TRANSMEANING (2013), é corealizado com Artur Maurício, uma curta-metragem documentário sobre o laboratório de dança, criado e lecionado pela coreógrafa Cecília de Lima, exibido durante a 5ª edição do festival INSHADOW. Kalopsia (2013) é uma conceção audiovisual em loop, a instalação esteve em exibição na galeria Plataforma Revólver em Lisboa (2013-2014), em que a temática do corpo e do movimento é abordada sobre uma perspetiva poética e quase obsessiva. TRANSEUNTE (2015), é o documentário, no qual é corealizadora com Bianca Martins, que surge da produção audiovisual realizada em Boticas, derivado da residência artística e associada ao Mestrado de Comunicação Audiovisual da ESMAE (Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo). TANTO CHÃO (2016) representa a componente fílmica prática resultante da finalização do mestrado, um short documentary realizado a partir de filmes de família e dessas memórias privadas de outros na construção de um objeto fílmico de cariz autobiográfico.

voltar